quarta-feira, 29 de outubro de 2014

RESENHA - "LOUCO POR VOCÊ" - JASINDA WILDER



LIVRO:”LOUCO POR VOCÊ”


TÍTULO ORIGINAL:”FOLLING INTO YOU”


AUTORA:JASINDA WILDER


TRADUÇÃO:LEONARDO GOMES CASTILHONE


EDITORA: NOVO CONCEITO


PÁGINAS –272


1ª  EDIÇÃO


IMPRESSÃO 2014


CATEGORIA: FICÇÃO NORTE AMERICA


ASSUNTO:ROMANCE


ISBN: - 978-85-8163-531-6



Louco por você



CITAÇÃO: “Ela balança a cabeça com um sinal de ‘não’, morde o lábio e eu quero pegar aquele lábio com a boca e sugá-lo até que sumam as marcas de dente. Quero eu morder aqueles lábios. Quero provar aquela língua. Quero passar as mãos por baixo daquela camiseta boba, infantil e gigante do Lilo e Stitch para sentir sua pele, suas curvas, sua doce maciez”. (pág. 132)



ANÁLISE TÉCNICA:



-CAPA-

Em preto e branco. Jovem casal deitado, ela embaixo e ele em cima, olham-se de forma sensual.

A capa é belíssima e tem tudo haver com o livro. Adorei a fotografia em preto e branco, bem original.

Arte da capa: @Sarah Hansen/Okay Crations

(nota:4,50 de 5,00)




-DIAGRAMAÇÃO:


Como sempre as folhas são amareladas com letras pretas na média.

O livro é dividido em três partes: assado de Nell, presente de Colton e Colton; são quinze capítulos com título, numeração e data, um capítulo extra só da Nell; os capítulos tem um logotipo ao fundo de um casal Téte-à-téte; músicas citadas e no início uma dedicatória.
 

Impressão e acabamento Prol 180814. 

Formato/Acabamento: 16x23x1,7

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        

Peso: 0.37 kg


(nota:5,00 de 5,00 )




- ESCRITA:

A escrita é em primeira pessoa, ora por Nell, ora por Colton, o que é muito bom porque temos a visão dos dois do que acontece e os sentimentos que sentem.

A autora tem uma escrita direta, cadenciada e envolvente. Os diálogos são fluidos e objetivos. A leitura se torna rápida e envolvente.

Encontrei apenas dois pequenos erros de revisão que não afetaram a leitura.


(nota:4,80 de 5,00)




CITAÇÃO:”[...] Eu até achei que estava apaixonado por algumas delas, mas não era amor. Era tipo amor, quase amor.Mas quando você sente aquela necessidade por alguém eu o consome por inteiro, uma pessoa por quem você faria qualquer coisa no mundo, sabe? Essa pessoa mora dentro da sua pele, dentro da sua alma, como se a essência dela estivesse impressa em voe tão profundamente que o próprio ar que você respira e cada molécula de quem você é estivesse interligado com a dela. Isso é amor. Eu a amei desse jeito. [...]” (pág. 191)



RESUMO SINÓPTICO:


Nell e Kyle eram amigos desde sempre. Eram visinhos, brincavam juntos, estudavam na mesma escola e estavam colados o tempo todo.Quando chegou à adolescência, por volta dos 16 anos,  Nell recebe o convite para sair com Jason e Kyle ficou enciumado. Até ali não haviam percebido a ‘química’ entre eles.Acabam conversando e continuam fazendo tudo junto, porém agora haviam os beijos e intimidade. Kyle foi o primeiro amor de Nell em todos os sentidos.

Claro que os pais se preocupavam com a intensidade daquele relacionamento adolescente e conversavam com seus filhos, entretanto, achavam natural eles estarem sempre juntos, foi assim desde sempre...

Ao completarem 18 anos conseguem uma oportunidade de passarem um final de semana sozinhos na casa da montanha. Kyle pede Nell em casamento e apesar de amá-lo muito, não se sentia preparada para casar e resolve dizer não. 

No exato momento em que discutiam o assunto, acontece um acidente e Kyle acaba morrendo. Nell sente-se culpada por tudo...

No enterro Nell conhece Colton, irmão de Kyle que vivia afastado da família e era use um desconhecido para ela, entretanto, a conhecia melhor do que ninguém.

Colton vai embora e Nell toca a vida, decida a não chorar pela morte de Kyle e punindo-se por ela.

Anos depois Nell encontra Colton e vão juntos superar suas dores, culpas, partilhar suas músicas e tentar superar todos os problemas...



ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA: 



Pode parecer uma estória banal e adolescente, entretanto é um livro carregado de amor e dramas pessoais. Mostra como determinadas situações podem mudar o comportamento das pessoas e pode ser superada através do amor partilhado.

É um romance é claro, na verdade são dois romances dentro de um mesmo livro. Na primeira parte Nell e Kyle vivem o amor ingênuo, da convivência, da complementação mútua. Na segunda parte Nell vive um romance mais intenso com Colton, de entendimento pleno e vivências sexuais para lá de intensas.

O bom do livro é a superação de ambos em relação as suas culpas e erros passados, uma superação gradual que sobe um degrau e desce dois, porém ao final... Vocês terão de ler para saber.

Apesar de todo o drama, a música está sempre presente na vida dos protagonistas e não são apenas as músicas conhecidas, eles escrevem músicas no desenrolar do enredo e o livro acaba sendo um tanto musical também.

Apenas uma coisa me incomodou: a protagonista com sua relutância em enfrentar sua culpa de frente, torna esse sentimento persistente e em determinado ponto o livro fica chato pela falta de maturidade dela. Claro que o livro não é enfadonho, nada do tipo, mas me passou a sensação de que ela poderia ser um pouco mais forte.

Para quem como eu gosta de romance e drama, permeado por trechos de sexo bem explícito, é um livro maravilhoso.



NOTA : 4,70 de 5,00


smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livrosmiley livro


SOBRE O AUTORA:

 


Jasinda Wilder nasceu no Estado do Michigan com uma predileção por contar histórias sobre homens sensuais e mulheres fortes. Quando não está escrevendo, ela provavelmente está fazendo compras, assando pães ou lendo. Você também pode encontrar Jasinda tomando vinho suave com frutas congeladas e comendo cupcakes.
CORTESIA EDITORA NOVO CONCEITO!

 
cheirinhos
Rudynalva

 

terça-feira, 28 de outubro de 2014

RESENHA - "A GAROTO MAIS FRIA DE COLDTOWN" - HOLLY BLACK

LIVRO:”A MENINA MAIS FRIA DE COLDTOWN”


TÍTULO ORIGINAL:”THE COLDEST GIRL IN COLDTOWN”


AUTORA:HOLLY BLACK


TRADUÇÃO:ANA DEATH DUARTE


EDITORA: NOVO CONCEITO


PÁGINAS –384


1ª  EDIÇÃO


IMPRESSÃO 2014


CATEGORIA:FICÇÃO


ASSUNTO:FANTASIA


ISBN: - 978-85-8163-403-6


 A Menina Mais Fria de Coldtown




CITAÇÃO:”Há três formas de matar um vampiro e ter certeza de que ele esteja morto – disse ele. – Atravessando o coração dele com uma estaca, colocando fogo nele ou decapitando-o. Qualquer outra coisa seria como lutar com um pistoleiro dando-lhe uma tapa com a mão espalmada. É claro que algumas pessoas os deixam sangrando até secar, mas, para mim, isso é como um prego de prata na cabeça: pode contê-los por um tempo, mas não é permanente.” (pág. 175)



ANÁLISE TÉCNICA:



-CAPA-


Uma mão totalmente branca, como se não tivesse sangue, em cima de um fundo azul e o título do livro do antebraço até o meio da mão.

Arte da capa @Michael O.

Design da capa: @Sasha Illingworth

(nota:4,00 de 5,00)




-DIAGRAMAÇÃO:

As folhas são amareladas com letras pretas medianas.

Nos cantos das páginas gotas de sangue escorrendo que dão um efeito maravilhoso.

Dividido em: dedicatória; trinta e nove capítulos numerado e com pensamentos no início de cada capítulo, e, agradecimentos.

Os capítulos são alternados entre trechos do passado e presente das personagens.E uma coisa bem legal que achei foi a inclusão de postagens de blogs e vlogs de dentro das muralhas.

(nota:4,00 de 5,00 )




- ESCRITA:

 O livro é uma narrativa descritiva em terceira pessoa e diálogos elucidativos. A escrita da autora é envolvente, direta, apropriada para o gênero e totalmente conquistadora.Única para o gênero.

Fiquei tão envolvida eu nem me ative a erros, portanto, não posso dizer que percebi algum.

(nota:5,00 de 5,00)




CITAÇÃO:”Havia um vampiro parado na sua frente, os olhos vermelhos indistintos na escuridão. Ele estava com a camisa de um smoking, embora não estivesse com o casaco e a gravata-borboleta pendesse solta em volta do pescoço, apenas um tecido enrugado. Mas, mesmo ele estando morto, Tana pôde sentir o cheiro do sangue dentro dele, mágico e estranho.” (pág.289)



RESUMO SINÓPTICO:


No mundo pós apocalíptico surge Caspar Morales, vampirão das antigas que resolve quebrar as regras de conduta dos vampiros e sai mordendo todas as pessoas ao redor do mundo, mas não os mata, os tornam Resfriado, ou seja, se um resfriado não beber sangue em 48h, ele fica imune a infecção, porém de tomar uma gota de sangue que seja, torna-se um vampiro sedento e cruel.

Nos EUA o governo resolve tomar uma medida de contenção nas sete áreas mais afetadas e cria os Coldtowns, lugar habitado e comando pelos vampiros, sem leis e em total desordem. Para lá vão também os humanos que querem ter o ‘glamour’ do status vampiresco, porque acreditam que a vida eterna é primordial. Lêdo engano,né?

Tana acorda dentro de uma banheira cheia de mortos, na mansão em que foi na noite anterior para uma festa. Levanta assustada e sai em busca do celular, quando se depara com o Ex-namorado Aidan amarrado e infectado, ao lado deve, há outro garoto, Gavriel, que é vampiro. Mesmo sem merecer, Tana resolve salvar Aidan (que acha o máximo a idéia de se tornar um vampiro) e Gavriel, ela os coloca no porta malas e ruma para uma Coldtown, é a única forma que encontra para não prejudicar outras pessoas. Ela mesma está sob suspeita de ser uma Resfriada porque no momento em que tenta salvá-los é arranhada na perna.

Durante o percurso para Coldtown ela descobre a força interior que há possibilita resolver tudo com a maior frieza e ao mesmo tempo, descobre que o tímido Gavriel é cruel e sanguinolento, totalmente ensandecido, porém o companheiro perfeito para enfrentar a jornada...



ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA:

Falar sobre um YA adulto sobrenatural e ainda mais de vampiros é uma delícia! E é uma série, embora ainda não tenham saídos os outros livros no exterior (que dirá aqui no Brasil).

O maior atrativo do livro, depois é claro, de ser um enredo vampiresco, sanguinolento e com personagens de personalidade forte e um tanto de mistério em relação ao seu passado, com certeza é a escrita da Holly Blake. Ela soube criar situações diferenciadas para um tema tão ‘batido’ (e na minha opinião sempre apaixonante) como os vampiros.

A própria ambientação e construção do vírus e sua cura é diferenciada e inusitada. O que já ganha muitos pontos para os fãs desse seres fantásticos.E ainda tem a introdução “romântica”, sinalizando um possível romance, o que só melhora e a leitura.

Avaliando a dinâmica do livro, posso dizer que tem início cheio de ação e adrenalina, entretanto, em alguns momentos, há um pequeno declínio e por vezes divaguei um pouco, perdendo o foco da leitura, e, acredito que foi o único ponto negativo e o responsável por não nota 5 ao livro, porque de resto, é ótimo.

E por mais que a explanação e as explicações muito bem feitas, fiquei ainda com algumas pequenas dúvidas que esperam sejam dirimidas no decorrer dos outros volumes da série.

Claro que recomendo, principalmente para os apreciadores de literatura fantástica.


NOTA : 4,00 de 5,00


smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livro
BOOKTRAILER:


SOBRE O AUTORA:

 Foto -Holly Black
Holly Black é uma escritora norte-americana que mora em West Long Beach, New Jersey. Ela ficou mundialmente famosa após escrever a série de livros As Crônicas de Spiderwick. Holly Black é uma grande colecionadora de livros raros de folclore. Em seus primeiros anos de vida ela morou em uma mansão abandonada em estilo vitoriano com sua mãe, que contava a ela várias estórias de fantasmas e fadas. Seu primeiro livro, Tithe: A Modern Faerie Tale, foi muito bem recebido pela crítica e foi publicado no outono de 2002. A escritora só viria a ficar famosa um pouco mais tarde, com o lançamento do livro As Crônicas de Spiderwick: O Guia de Campo, primeiro livro da série As Crônicas de Spiderwick.
CORTESIA EDITORA NOVO CONCEITO!
 
cheirinhos
Rudy

domingo, 28 de setembro de 2014

RESENHA - ”DE REPENTE, ANA” (LITERATURA NACIONAL) - MARINA CARVALHO



LIVRO: ”DE REPENTE, ANA” (LITERATURA NACIONAL)- Livro 2
AUTORA: MARINA CARVALHO
EDITORA: NOVO CONCEITO
SELO: NOVAS PÁGINAS
PÁGINAS –320
EDIÇÃO 1
IMPRESSÃO
CATEGORIA:FICÇÃO
ASSUNTO: ROMANCE NACIONAL
ISBN: - 978-85-8163-535-4
 
CITAÇÃO:”Quero ficar mais um pouco, talvez até dormir por lá, mas querer não era sinônimo de poder em minha – e tumultuada – vida.” (pág. 160)
ANÁLISE TÉCNICA:
-CAPA-
Achei a capa interessante.
Ao fundo um castelo com abóbadas arredondadas e na frente, parte de uma jovem com camiseta pink e jeans com netbook no colo e sorriso no rosto (a própria caracterização de Ana). 
(nota: 5,00 de 5,00)
-DIAGRAMAÇÃO:
As folhas são amareladas e outras cinzas (trazendo um diferencial) e a fonte com letras pretas.
Composto dedicatória; pensamento; prólogo; 39 capítulos numerados e com títulos; epílogo; capítulo bônus e agradecimentos.
Impressão e acabamento Pro, 010714.
(nota: 5,00 de 5,00 )
- ESCRITA:
O livro e narrado em primeira pessoa pela protagonista Ana e intercalado pela visão de Alex.
A autora tem uma escrita contemporânea, linguagem de fácil entendimento e um tanto hilária com gírias, figuras de linguagens atualizadas para nosso tempo, tornando a leitura leve e concatenada.
(nota:5,00 de 5,00)
CITAÇÃO:”De repente, lembrei-me da invasão ao meu apartamento. Fiquei me questionando se esse fato não poderia ter relação com o sumiço da minha namorada.” (pág. 219)
RESUMO SINÓPTICO:
Ana Markov está na Bahia ao lado de seu namorado Alexander vivenciando toda plenitude de seu relacionamento. Dois anos haviam se passado e ainda continuavam juntos, cheios de amor e afeto um pelo outro.
Ana tem uma premonição que algo aconteceria a seu pai Andrej, o que a deixa muito angustiada. Alguns dias depois Andrej sofre um acidente (atentado?) de helicóptero e Ana volta para as pressas para Krósvia.
A lei de sucessão no país destina à Ana a governança e a continuidade dos projetos de Andrej. Totalmente despreparada, se vê envolta a um aprendizado relâmpago em como se portar, como agir, como se vestir e ainda tem de aprender o complicado idioma e as leis que regem o país. E uma oposição ferrenha que tenha de tudo para destituí-la do cargo.
Como se nada disso bastasse,tem de se adaptar a nova rotina longe dos amigos queridos, do Lar Irmã Celeste e do amado Alex. Não tem tempo para quase nada além das obrigações do reinado.
Se vê envolta em uma trama cheia de intrigas e traições, inclusive o ataque de Laika, ex-namorada de Alexander, em cima dele, o que abala o estável relacionamento entre eles e quase chega ao término.
Ana deseja ser apenas feliz e voltar a ser “Simplesmente Ana”, será que consegue?
ANÁLISE CRÍTICA E DA AUTORA:
Gosto demais quando leio uma autora que sabe usar a linguagem para se comunicar com os leitores. A leitura se torna leve, fluida e envolvente, fazendo com que embarquemos junto aos protagonistas em uma história intensa, porém hilária, carregada de reviravoltas e mostrando a força pessoal da personagem principal.
A forma como a Marina incuti ao enredo um cenário político intrincado, um aprendizado inesperado de uma realidade totalmente inusitada para Ana e ainda tendo o romance como pano de fundo, que na realidade é o verdadeiro objetivo do livro, mostra o quanto nossos autores nacionais tem criatividade de sobra e se tornam destaques nacionais.
O livro é uma forma bem descontraída de nos mostrar as surpresas que podem acontecer nos ‘contos de fadas’ contemporâneos e as formas como podem ser encaradas de acordo com a personalidade formada no decorrer da vida.
O livro é mais que recomendado para quem gosta de uma leitura leve, descontraída ao tempo cheio de intempéries e superações.
A autora está de parabéns por mais um livro muito bem escrito e conduzido a satisfação do leitor.
NOTA :5,00 de 5,00
SOBRE O AUTORA:
 escritora mineira Marina Carvalho  (Foto: Marina Carvalho/ Arquivo Pessoal)
MARINA CARVALHO nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.
Formou-se em Jornalismo na PUCMinas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.
Marina ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando era criança, todos os meses esperava ansiosamente pelas revistinhas da Turma da Mônica. A mãe incentivou desde bem cedo o seu gosto pela leitura.
Ela mora em sua cidade natal com o marido, os dois filhos e Lilica, uma poodle de 14 anos que pensa ser um pitbull.
Para entrar em contato com a autora, basta acessar seu site: www.marinacarvalhoescritora.com.br
CORTESIA EDITORA NOVO CONCEITO!!



CHEIRINHOS
RUDY
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...