domingo, 25 de janeiro de 2015

RESENHA - ”APENAS UM DIA” - GAYLE FORMAN



                                                               LIVRO:”APENAS UM DIA”
AUTORA: GAYLE FORMAN 
TÍTULO ORIGINAL: “JUST ONE DAY” 
TRADUÇÃO: ANA PAULA DOHERTY 
EDITORA: NOVO CONCEITO 
PÁGINAS – 382 
1ª  EDIÇÃO 
IMPRESSÃO 2014 
CATEGORIA: FICÇÃO NORTE AMERICANA 
ASSUNTO: ROMANCE 
ISBN: - 978-85-8163-450-0


 Apenas Um Dia






CITAÇÃO: – Isso apenas comprova o meu ponto de vista. Você tem talento para viajar. Não tenho certeza se eu tenho. Fico ouvindo todo mundo falar que as viagens ampliam os horizontes. Nem sei muito bem o que isso quer dizer, mas não ampliou nada para mim, pois não sou boa nisso.” (pág. 51)



ANÁLISE TÉCNICA:





-CAPA-



Uma jovem olhando através de um vidro, segurando uma caneca e monumento ao fundo.

A capa não é das mais bonitas, mas tem tudo haver com o teor do livro.

Foto Ca capa: @Xandra/Gelly Images.





(nota:4,50 de 5,00)







-DIAGRAMAÇÃO:



Produção editorial Equipe Novo Conceito.

Impressão e acabamento Prol 071014.

Folhas amareladas com letras pretas.

Dividido em: dedicatória; pensamento; duas partes, 39 capítulos numerados e alguns com títulos; e, agradecimentos.
 Formato/Acabamento: 16x23x2,4
 Peso: 0.53 kg



(nota:4,80 de 5,00 )







- ESCRITA:



Narrativa descritiva feita em primeira pessoa na visão de Allyson, a protagonista.

A escrita da autora é envolvente, com pequenos trechos carregados de suspense e tensão que conseguem prender o leitor e até torcer pelo desenrolar dos fatos.

Um ou outro erro ortográfico, nada que atrapalhe a fluidez da leitura.

Livro segue as regras da Nova Ortografia da Língua Portuguesa.





(nota:4,80  de 5,00)







CITAÇÃO: “Mais um dia. Isso é tudo o que estou pedindo. Apenas mais um dia.Não consigo pensar além disso.Além das coisas que são complicadas. Voos atrasam. Pai enlouquecem. Apenas mais um dia. [...].(pág. 135)



RESUMO SINÓPTICO:



Allyson Healey é a garota certinha, toda organizada, melhor aluna em uma escola na Europa, planeja tudo e parece que vive o sonho da mãe, não dela própria.



No dia da formatura sai com sua amiga Melanie para assistir uma peça Shakespeariana na praça da cidade e conhece Willem, o protagonista da festa. Will parece levar a vida de forma sem esperar nada, só de curtição. Acaba convencendo Allyson a viajar com ele para Paris por apenas um dia... e ela vai.



Allyson transforma-se em Lulu e com a nova personalidade acaba incorporando uma nova identidade totalmente diferente, sente-se livre e capaz de fazer tudo que não fazia sendo Allyson.



Em Paris conhece um lado totalmente diferente da cidade ao lado de Will e estava gostando, entregou-se inteiramente a aventura e aproveitou cada instante, apesar de vários percalços que surgiram. Precisou passar por várias situações inimagináveis, sentir medo, sentir mágoa, para depois de tudo, aprender o que realmente queria da vida e buscar sentido para ela...





CITAÇÃO:”Penso no que minha mãe disse. Sobre ser grata pelo que se tem em vez de desejar aquilo que se imagina querer. Aqui, no campus por onde um dia ele caminhou, acho que finalmente entendo do que ela estava falando. Acho que finalmente compreendo o verdadeiro significado de desistir quando se está ganhando.” (pág. 353)







ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA:



Vou logo dizer que gostei mais desse livro que do anterior: “Se eu ficar”, embora a autora tenha mantido a característica da escrita nesse exemplar.



Há aqui um pequeno conflito familiar, onde a mãe tenta impor sua própria vontade à filha que por uma situação inusitada, acaba se rebelando e vivendo um dia intenso e que muda sua forma de encarar a vida. Bom poder acompanhar o encontro da identidade da protagonista e ver seu amadurecimento.



A autora escreve de forma tão envolvente, que acabamos nos envolvendo intensamente com a leitura, rimos, sofremos, acompanhamos sua odisséia a procura das respostas tanto interiores quanto para os acontecimentos. Muito interessante e quase interativo, assim penso eu, pois o que senti.



O final é como anterior... ficou em aberto e gosto de finais assim porque podemos imaginar inúmeras possibilidades do que poderá acontecer, embora nesse livro, apesar de aberto, teve um direcionamento, não sei se dá para entenderem, porém se lerem o livro, compreenderão o que falo.



O livro tem drama (e como tem), tem um certo suspenso permeado por mistério temporário e claro, tem romance, fugaz, intenso e quente... Não posso dizer mais que isso: LEIAM!!





NOTA : 4,50 de 5,00





smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livrosmiley livro






SOBRE O AUTORA:

 



Gayle Forman começou sua carreira escrevendo para a revista Seventeen em que a maioria de seus artigos, centrada nos jovens e preocupações sociais. Mais tarde ela se tornou uma jornalista freelance para publicações como a revista Details, Jane Magazine, Glamour Magazine, The Nation, Elle Magazine e Cosmopolitan Magazine.

Em 2002, ela e seu marido Nick fizeram uma viagem ao redor do mundo. De suas viagens, ela acumulou uma riqueza de experiências e de informações que mais tarde serviu como base para seu primeiro livro, um diário de viagem que você não pode começar lá a partir daqui: um ano na margem de uma Shrinking World. Em 2007 ela publicou seu primeiro romance para jovens adultos, intitulado de Sisters In Sanity onde ela se baseia em um artigo que tinha escrito para a revista Seventeen.



 

cheirinhos
Rudy

 

domingo, 18 de janeiro de 2015

RESENHA - ”SONHOS DESPEDAÇADOS”-ELLIE JAMES



 LIVRO:”SONHOS DESPEDAÇADOS”

AUTORA: ELLIE JAMES

TÍTULO ORIGINAL: “SHATTERED DREAMS”

TRADUÇÃO: TIAGO NOVAES LIMA

EDITORA: NOVO CONCEITO

PÁGINAS – 319

1ª  EDIÇÃO

IMPRESSÃO 2014

CATEGORIA: FICÇÃO NORTE AMERICANA

ASSUNTO: THRILLER

ISBN: - 978-85-8163-543-9







CITAÇÃO: Em algum momento a noite caíra, proporcionando uma densa escuridão. Era o suficiente, contudo, para observar os cortes profundos que se estendiam em minhas palmas, assim como o sangue gotejava.” (pág. 131)



ANÁLISE TÉCNICA:





-CAPA-



Uma garota caminhando sobre os trilhos do trem, ao fundo o por do sol por trás de uma ponte.

A capa é bonita, mas ainda me pergunto o que tem haver com o livro...





(nota:4,80 de 5,00)





-DIAGRAMAÇÃO:



Produção editorial Editora Novo Conceito.

Impressão e acabamento Prol 010714.

Dividido em: dedicatória; 31 capítulos numerados e epílogo.

Simples, porém ótimo de ler porque as folhas são amareladas e as letras médias e pretas.
 Formato/Acabamento: 16x23x2,0
 Peso: 0.44 kg



(nota:5,00 de 5,00 )





- ESCRITA:



A escrita é narrada em primeira pessoa pelo ponto de vista da protagonista Trinity, em uma visual bem unilateral dos acontecimentos.

A autora tem uma escrita boa para acompanhar o enredo, não dá para nos perdermos e embora não seja uma leitura tão dinâmica, é de bom entendimento.



(nota:4,80 de 5,00)





CITAÇÃO: “Tudo havia...sumido. Os sacos de fast-food, e bitucas de cigarro,a poeira e o grafite parecido com uma tatuagem, a pilha de ossos no canto. O sangue. Tudo sumira, substituído pelo cheiro de desinfetante e manchas escuras na paredes.” (pág. 227)



RESUMO SINÓPTICO:



Trinity Monsour foi morar com a tia em Nova Orleans após à morte da avó que a criou. Seus pais morreram enquanto ela ainda era criança e quase não tem lembrança deles, nem ao menos fotos...



Tudo que queria era ter uma vida normal porque desde criança tem visões e para quem está nelas, sempre é tarde demais. Não entende bem sobre sua vida e seu passado.



Na nova escola procura fazer amizades e acaba se interessando por Chase, ex-namorado de Jéssica, a  garota mais popular da escola.



Jéssica, Amber, Chase e Drew,levam Trinity e  resolvem jogar Verdade ou Desafio em uma casa abandonada. E Jéssica acaba desaparecendo de forma ‘mágica’.  Trinity começa a ter visões de Jéssica e tenta fazer de tudo para encontrá-la, entretanto, a polícia, os pais de Jéssica e alguns colegas maldosos acreditam que ela seja a pessoa responsável pelo desaparecimento.



No decorrer dos dias, Trinity começa a conhecer um pouco mais sobre seu passado e de seus pais, o porque do dom da visão e tenta desesperadamente encontrar Jéssica com vida...

 





ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA:



Para ser um trhiller, deveria ser um pouco melhor na minha opinião, na verdade esperava um pouco mais da trama que tem um enredo bom e poderia ser melhor desenvolvido. Não que o livro seja ruim, longe disso, o livro é até bom, porém poderia ser melhor, entendem?



O desenvolvimento dado pela autora aos protagonistas é um tanto pesado para adolescentes, ao mesmo tempo que apesar de todo mistério que envolve a vida da protagonista e o drama do sumiço de Jéssica, surge um amor, embora nem de longe o livro seja um romance.



Gostei da autora ter abordado o aspecto da massificação, explico: quando um determinado grupo de pessoas que são considerados líderes, ‘fazem a cabeça’ dos outros, entendem. E o melhor é que no final, os ‘seguidores’ quebram a cara. Gostei desse aspecto, porque nem tudo é o que parece ser.


Recomendo o livro para quem gosta de mistérios sobrenaturais e de trhillers emocionais.



NOTA : 4,20 de 5,00



 smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livroResultado de imagem para desenho smile triste





SOBRE O AUTORA:

 



Ellie James acredita em sonhos e no destino. Formada em Jornalismo, Ellie é escritora há muito tempo: poemas e histórias com mistério, aventura e certa fascinação pelo inexplicável. Ela mora no Texas
com o marido e os dois filhos.


CORTESIA EDITORA NOVO CONCEITO!

 

cheirinhos
Rudy

 

 

RESENHA - ”MINTA QUE ME AMA” - MARIA DUFFY



LIVRO:”MINTA QUE ME AMA”

AUTORA: MARIA DUFFY

TÍTULO ORIGINAL: “ANY DREAM WILL DO”

TRADUÇÃO: PAULO POLZONOFF JUNIOR

EDITORA: NOVO CONCEITO 
PÁGINAS –380

1ª  EDIÇÃO

1ª IMPRESSÃO 2014 
CATEGORIA: FICÇÃO IRLANDESA 
ASSUNTO: ROMANCE 
ISBN: - 978-85-8163-659-7

 







ANÁLISE TÉCNICA:





-CAPA-



Feita por @redrattledesign.com e foto @Getty Images.Moça com olhos verdes e gorro rosa, coberta de estrelinhas brilhantes.

A capa é muito fofa e bem sugestiva, adorei!



(nota: 5,00 de 5,00)







-DIAGRAMAÇÃO:



Produção editorial Equipe Novo Conceito.

Impressão e acabamento Sermograf 231014.

Folhas amareladas e letras pretas um pouco maiores que a média, ótimas para leitura.

Bem simples e eficaz: dedicatória, 32 capítulos numerados e agradecimento.

Formato/Acabamento: 16x23x2,4

Peso: 0.53 kg



(nota:5,00 de 5,00 )







- ESCRITA:



O livro é narrado em 1ª pessoa pela protagonista Jenny e têm incluídos vários diálogos retirados do twitter.

A dinâmica da escrita facilita a leitura e o entendimento do livro que se torna rápida e leve.

Sem erros gritantes na revisão.



(nota:5,00 de 5,00)







CITAÇÃO: “[...] – Não sou um ogro, Jenny, eu entendo que a vida nem sempre é simples e que às vezes simplesmente precisamos de um tempo para pensar nas coisas”. (pág. 136)



RESUMO SINÓPTICO:



Jenny Breslin trabalha em um banco e acha o emprego chato e a chefe uma ‘bruxa’; vive sua vida sem romance, acredita que os homens não se atraem por ela; acha sua mãe extravagante e agora ao lado do novo namorado Harry, sente-se excluída...Tem duas grandes amigas reais: Paula e Sally com quem sai vez por outra, mas com Paula do que com Sally que é casada e tem duas filhas para cuidar.Acredita que sua vida é um tédio e não tem muito o que comemorar.



Já no mundo virtual, mais especificamente no twitter, Jenny criou um mundo interessante: trabalho em ascensão, vida amorosa espetacular e sem tempo para muitas outras coisas já que sua agenda é lotada (tudo mentira, é claro!).



Tem 3 amigas virtuais com quem tem mais contato: Zahra maquiadora das celebridades e que a amedronta por sua posição de destaque; Fiona mãe e esposa em tempo integral, realizada no casamento e com um filho lindo e maravilhoso; e, Kerry que trabalha em um hospital como enfermeira e com quem Jenny tem a maior empatia, troca confidencias e segredos íntimos.



Após um ‘porre’ Jenny acaba convidando suas amigas para passar um final de semana em Dublin, onde mora e as amigas acabam aceitando, o que deixa Jenny cheia de receios. O que ela não sabia é que esse dias ao lado das amigas, seriam reveladores e nada é o que parece ser realmente, nem mesmo sua mãe....

 





ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA:



Confesso que achei o início do livro um tanto arrastado e sem graça. A protagonista pensava uma coisa e fazia outra, seu comportamento era totalmente estranho, porém, após algumas dezenas de páginas, acabei me acabando de rir com ela, sofrendo com ela e me envolvendo totalmente em seus dilemas e verdades.



O livro é carregadinho de dramas, vários momentos de risos e ainda romance para quebrar um pouco toda agonia, mas o melhor mesmo é a lição que aprendemos no decorrer de todo enredo: nada é o que parece e o amor de verdade pode vir de maneira que não esperamos.



O livro é tenso em algumas partes, hilário em outras tantas e muito criativo. Uma leitura intensa, divertida e muito gostosa como recreação. Nada de tão profunda, entretanto bem recreativa.



Nos faz repensar se estamos mesmo de acordo com as atitudes que demonstramos e repensar alguns comportamentos que demonstramos...



Recomendo para quem gosta das amizades virtuais, romance e quem gosta de dar boas risadas!!



NOTA : 4,50 de 5,00



smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livrosmiley livro





SOBRE O AUTORA:




 

Maria Duffy não era muito boa em gramática quando estava na escola, mas sempre adorou as aulas de redação. O sonho de escrever um livro surgiu bem cedo e demorou muito tempo para ser colocado em prática. Ela trabalhou durante quinze anos em um banco, depois decidiu ser mãe em tempo integral, e somente após mais alguns anos conseguiu se dedicar ao trabalho de escritora. Minta Que Me Ama é o seu primeiro romance. Maria vive em Dublin com o marido e quatro filhos.


CORTESIA DA EDITORA NOVO CONCEITO!

 



 cheirinhos
Rudy

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...