segunda-feira, 9 de junho de 2014

O Milagre


O Milagre

Nicholas Sparks

Resenha de Sueli Jansen


Jeremy Marsh é um jornalista investigativo, carreira que abraçou mais por acaso, que por escolha. Contudo, aos trinta e sete anos, sendo quinze deles com relativo sucesso mas poucas realizações materiais, faz com que ele comece a questionar o seu futuro profissional. 

Apesar do estrondoso sucesso de sua participação em um programa de grande audiência, quando ele desmascara um “vidente profissional”, nosso herói sente que precisa de novos desafios, novos ares, de um novo recomeço, porque mesmo após sete anos do término doloroso de seu casamento com Maria, ele ainda se sente incapaz de manter um relacionamento estável, além de estar perdendo o fôlego profissional. 

É nesse momento que ele recebe uma carta vinda de Boone Creek, na Carolina do Norte, cuja remetente solicita que ele investigue certos fenômenos sobrenaturais relacionados a uma lenda local.

O desafio de desvendar a origem das luzes que tanto fascinam os moradores de Boone Creek, e que em nenhum momento ele acredita tratar-se de um fenômeno paranormal, já que Jeremy é descrente de tudo, é justamente o que ele precisa, e, portanto, aceita.

Ao chegar à Boone Creek ele é muito bem recebido pela população que, assim como muitas outras pequenas localidades, está desaparecendo em virtude da situação econômica, e da migração populacional para os grandes centros do país.

Um desses moradores é a simpática Dóris McCllelan, uma viúva, leitora assídua da Scientific American, onde o resultado de uma das investigações feita por Jeremy, sobre um fantasma que assombrava determinado lugar, havia sido publicado.

E, é justamente por causa dessa matéria, que Dóris sente-se motivada a escrever para ele solicitando sua ajuda para desvendar o mistério inquietante que há décadas alimenta o imaginário da população da sua cidade.

A ação, propriamente dita, tem início com a chegada de Jeremy à Boone Creek, e a sua interação com os moradores desse lugar pitoresco, misterioso e futriqueiro. 

E, como é um romance, nosso protagonista em suas idas e vindas conhece Lexie Darnell, a bibliotecária linda e sexy que irá ajudá-lo de forma efetiva em suas pesquisas, além de mexer com o seu coração.

Sabe leitor, eu precisava ler Nicholas Sparks. Era quase um rito de passagem, sei lá...Porém, depois de assistir “Uma Carta de Amor” e “Noites de Tormenta”, penso que vocês irão compreender que eu precisava pesquisar a fundo “O Milagre”, antes de mergulhar em sua leitura, já que esse autor sabidamente tem o péssimo hábito de “matar” personagens incríveis e deixar as mocinhas, e a todos nós, com o coração partido.

Por isso, foi com grande apreensão que li sobre cada viagem de carro, avião ou barco de seus personagens em “O Milagre”. Tremi de pavor a cada variação do clima, tanto de Nova York, quanto da Carolina do Norte. Pois, afinal de contas, sendo o título do livro “O Milagre” sabe-se lá onde esse acontecimento fantástico se daria, não é mesmo?

Contudo, não senti a terra tremer, o coração bater, e nem me apaixonei pelo casal principal. E, olha que sou absolutamente romântica e impressionável. O livro vai perdendo fôlego, não mostrando a envergadura que o início prenunciava.

Contudo, posso entender perfeitamente o motivo pelo qual os livros de Sparks conseguem adaptações bacanas para o cinema. Seus cenários são sedutores e ele confere aos seus personagens características interessantes, porém pouco definidas. Tudo é muito subjetivo , sem substância, podendo ser manipulado conforme o roteirista ou o diretor de uma possível produção cinematográfica. 

Que, diga-se de passagem, têm sido bem melhores que as adaptações dos livros das minhas queridas Nora Roberts e Linda Howard, por exemplo.

É um livro muito irregular, com altos e baixos, e diálogos sem grande consistência, mas o principal motivo para eu não me envolver foi a mocinha, pasmem os senhores! 

Infelizmente a Lexie não conquistou a minha simpatia, e muito menos a minha confiança. Ela é uma heroína, se é que podemos chamá-la assim, meio covarde e recalcada. Presa a um passado de amores frustrados e com medo do futuro, Lexie é carregada de pessimismo e mal-humorada demais.

Não sei, não, mas acho que o Jeremy vai se dar mal de novo!



78 comentários:

  1. Querida Lady Sueli,
    Já chegou arrasando e nem poderia ser diferente.
    Eu não gosto desse Nicholas Sparks e fujo dele como o diabo da cruz.
    Mas uma mocinha que caiu na desgraça, hein? Daqui a pouco você está jogando no meu time... hehehe.
    Parabéns pela resenha! TOP!
    bjs.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, eu sempre morri de medo do Nicholas Sparks, mas achei que com esse título eu estaria mais ou menos segura! rsrsrsrs
    Pois é, a mocinha me pareceu muito "perigosa", aí, já viu, não é?
    Obrigada pelo apoio moral!
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Sueli Jansen, puta coragem você tem, leu NS.
    Qual será sua próxima leitura do Nicholas Sparks????

    Eu não lerei!
    Força na peruca, criatura carioca.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, Ramalho! Mas, eu achei que com esse título, estaria protegida contra as tragédias que dos livros do NS.
    Ok, continue com os seus vampirões! rsrsrsrsrsr
    Não esqueça o pé de pato, criatura paranaense.
    Obrigada pelo comentário, querida,
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Sueli "um primor" Jansen...
    Confesso que o deleite que tive ao ler a sua resenha, a princípio me fez ter uma imensa vontade de ler essa estorinha ao me colocar a par, com tanta precisão, de todo o babado que rolava nessa saga, mas os reveses expostos pela mermã me fizeram voltar atrás!

    Confesso que ainda não li nada desse autor, mas definitivamente se tivesse lido esse livrinho, o nome da mocinha seria "Chinfrim" e o dele "Sem Sorte", pois vai ter um casal mais sem liga e tanta indecisão e insegurança quanto.

    O sonho da Adriana é, um dia se a santinha permitir, ter um décimo da sua bagagem literária. Que Nossa Senhora permita que, quando a Boattini crescer, ela venha escrever com tanto primor, desenvoltura e esmero tal e qual a mermã! Ixalá!

    ResponderExcluir
  6. Pois é, Boattini, eu morria de medo desse autor! Já pensou, eu, essa senhora, que decidiu não sofrer mais por opção, chegando ao fim de um romance gracinha e alguém morre? Nem pensar! De notícias horrorosas já nos basta o Jornal Nacional, não é mesmo?
    Obrigada pelo seu carinho de sempre. Logo você que me faz dar as melhores gargalhadas dos últimos tempos no seu blog Hominhos de Papel,
    Bjks, minha querida

    ResponderExcluir
  7. Oi Sueli!

    Antes de qualquer coisa, seja bem vinda ao nosso quadro de colaboradores. É um prazer tê-la conosco. Como disse antes, tenho certeza que suas resenhas enriquecerão ainda mais esse cantinho literário tão amado.

    O Milagre, dos livros de Sparks que li, foi o que menos gostei. Esperava que a história fosse um belo suspense. E talvez por lê-la com esse pré-conceito achei que o autor se perdeu focando mais na vida amorosa dos protagonistas do que na suspeita luz que vinha do cemitério. Claro que não perdeu foco já que era um romance e não uma história de suspense... dãããã....rsss....

    Não acho que os livros de Sparks tenham enredos diferenciados para fazerem tanto sucesso, pelo contrário, a fórmula dele é até bem simples, em minha singela opinião: junta a ótima narração que tem para contar uma história com personagens que vivem dramas pessoais comuns no nosso dia a dia. O leitor se identifica com seus personagens e, quando não, lembra-se de alguém que conhece, ou já ouviu falar que passou por situações semelhantes. É impossível ler um livro dele e não se emocionar por mais “batido” que seja o tema. Por isso gosto delas. Emoções são “tudo de bom”. Mas não é o tipo de livro que leria um atrás do outro como o fiz com os de Agatha Christie até que não sobrou nenhum. Então, os que tenho aqui com certeza lerei, quando, porém, o tempo dirá.

    É isso, menina. Parabéns pela bela resenha!

    bj da angel ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois, então, é isso, Angel, eu comecei a conhecer o Nicholas Sparks pelo livro mais fraquinho. Que droga! Porém, acho que vou parar por aqui... Vou perseverar em não sofrer por opção!
      Obrigada por suas palavras e pelas boas vindas. Vou me esforçar para corresponder às suas expectativas.
      Bjks

      Excluir
  8. Nooosssaaaaa.... Eu li a resenha na hora do almoço e não tinha nenhum comentário. Saí correndo pro escritório e deixei a página aberta. Cheguei e comentei e só depois que postei é que vi o trelelê de vocês, sobre. Que delícia, adoro isso.

    Acho que pra Marilda já havia dado as boas vindas aqui no blog, mas, vai que não, o faço de novo.rsss...


    Marilda, Adri (é de Adriana?) e Adriana (quem é sua irmã?) sejam bem vindas a nossa querida CRL.

    bj da angel ;)
    PS: curiosa, eu? ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angel...
      Vou te contar um segredinho... A Adriana é a cara metade da Boattini e como diz a querida Sueli: uma é o alter ego da outra, pois uma não andada sem a outra e a outra não vive sem a uma, por isso ambas as mermãs andam sempre juntas e nunca separada nessa fita Men! Capice esse imbróglio Bela?

      Excluir
    2. kikiki.... entendi... :)

      Parabéns pelo blog, curti demais. Vez ou outra irei lá degustar das suas postagens. :)

      Excluir
  9. Dele só li: Diário de uma paixão e um amor para recordar, e confirmo sim que NS não gosta de finais felizes, confesso que a história dele na contracapa dos livros daria um bom romance com o clichê inglês: "eles comeram perdizes para sempre", em vez do nosso "E viveram felizes para sempre". No entanto prefiro o James Paterson, em "O Diário de Suzana para Nicolas". Como sempre adoro suas resenhas, pois você consegue ir além das entrelinhas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Lucimar, você é uma querida! Sempre tão gentil e amável comigo, muito obrigada, mesmooooo!
      É, infelizmente, eu e o NS não demos "liga", quem sabe em outra hora, não é?
      Porém, adorei a sua indicação, pois o meu primeiro contato com o James Patterson também não foi muito empolgante, não... Dele, eu li Lua de Mel e achei bem fraquinho. Porém, se você indicou, vou dar mais uma chance!
      Obrigada, querida, pelo seu comentário,
      Bjks

      Excluir
  10. Angel, a Marilda, a Adri Ramalho e a Adriana Boattini, são as melhores amigas virtuais que alguém pode ter. Estão sempre comigo oferecendo apoio e carinho quando estou me sentindo insegura.
    A Marilda está na CRL, e a Adriana Boattini é dona de um dos blogs mais divertidos que você possa imaginar. Se eu fosse você daria uma olhadinha por lá. A Ramalho está meio que submersa na enchente do Paraná, mas faz resenhas deliciosas também, ela está lá no Skoob...
    A minha irmã não apareceu... Nem ela, e nem o meu marido, que fica de carona no meu FB, fazendo com que eu perca grande parte das notificações! rsrsrsrsr
    Mais uma vez obrigada, você é um anjo mesmo,
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Sueli. Muito bacana mesmo ter amigos que nos acompanham né, isso é tudo de bom!

      bj da angel ;)

      Excluir
    2. Coloca o link do blog da Adriana aqui, vou adorar passar por lá.

      Excluir
    3. http://adriboa.blogspot.com.br/2011/09/karaoke-no-tumbleweed-carol-kibe-lynne.html?zx=e911d954242c57c9

      Ufa! Consegui!
      Angel, dê uma espiadinha e divirta-se com os neologismos e o bom humor dessa paulista criativa e muito simpática.
      Bjks

      Excluir
    4. Sueli como sempre você é uma amiga muy generosa com quem você tem carinho! Eu é que agradeço ao prestígio!

      Angel... Seja bem vinda ao meu cantinho te espero lá, confesso que se meu Blog fosse catalogado em um estilo literário, definitivamente seria classificado como "Porra Louca" Ensandecido! É Nóis na Fita Men!

      Excluir
    5. Adorei o blog meninas, pena que não consegui ler mais... fiquei meio assim meio assado pra comentar tb...rs.... mas voltarei ;)

      Excluir
  11. Oi Lucimar, seja bem vinda, menina!

    Também sou fã do Patterson, apesar de achar que as histórias dele caem na mesmice. Estou com vários livros dele aqui pra ler, esse que citou aí não li ainda, mas bom saber que gostou.

    bj da angel ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angel, obrigada pela benvinda, falando de JPeterson sua história é comovente, cheia de ternura de um viuvo que se seu uma nova chance de ser feliz... Já li outros dele quando fazia coleção dos livros da Readers Digest que vinha com 4 historias condensadas, mas muito bem condensadas, e que no momento não recordo o nome porque já faz algum tempo, há uns 20 anos atrás.

      Excluir
    2. Bom dia, Angel. Olha o link do Blog da minha querida amiga Lucimar. Tem dicas ótimas, pois ela sabe tudo sobre novelas românticas. Dá uma olhada!

      http://lucijordanparasempre.blogspot.com.br/?zx=dcb732cdfe4311f3

      Excluir
    3. Oi Lucimar!

      Não sei você, eu, leio de tudo um pouco. Às vezes "grudo" num gênero literário ou num autor e leio vários livros seguidos (também tenho mania de ler mais de um livro por vez, estilos diferentes pra não fazer confusão). Mas chega uma hora em que me canso, aí, deixo os outros livros do estilo/autor na estante até que me bata o famoso 5' e eu volto a ler.

      bj da angel ;)

      Excluir
    4. Oi Sueli, obrigada pelos links, vou aparecer por lá.

      Aproveito e deixo um recado para você e para os(as) demais participantes. Quem tiver blog ou site, querendo, pode colocar o link após seus comentários.

      Aqui na CRL apreciamos isso porque permite que conheçamos novos espaços, novas ideias e façamos novos amigos. Só espero que se tornem seguidoras aqui (ahá! pensaram que ia sair de graça, é...kikiki...).

      É isso. :)

      bj da angel ;)

      Excluir
    5. Angel, sou daquelas, vou à caça em site espanhol e no goodreads, se o resumo me agradou, vou atrás. Tb leio vários livros de uma vez, as séries nunca leio na ordem, já passei anos sem ler e retornei novamente. Mas amo históricos e se um contemporâneo como o da Jojo Moyes e da Sarah Addison, me agradar, leio com prazer.

      Excluir
    6. não lê as séries em ordem? Será que entendi? Lê o 2o ou 3o e depois o 1o? Uia!!!!

      Excluir
  12. Olá Sueli!
    Fiquei surpreso de ver você se aventurando com o Nicholas Sparks!
    Já li quatro livros dele e concordo com a Angel:a fórmula dele é bem simples mesmo.Já faz algum tempo que li O Milagre e vou te contar um segredo:o que mais me atraiu pra ler esse livro foi as tais luzes no cemitério.Você sabe que eu adoro esse tipo de coisa.Mas infelizmente as luzes não eram nada do que eu esperava e foram apenas um paninho de fundo pra um romance.Pelo menos esse livro não tem aquela atmosfera triste e melancólica dos outros livros dele.Muito feliz de ver você por aqui.Grande abraço!Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, João, eu precisava ler o Nicholas Sparks em algum momento, e confesso que escolhi pelo título, para não sofrer com a perda de personagens, já que a vida já se encarrega de levar as pessoas que amo com uma frequência assustadora...
      Sabe, que quando li a parte do cemitério, eu pensei isso mesmo? João, aquelas cenas são a sua cara! rsrsrsrsr
      No momento, eu estou dispensando as coisas tristes e melancólicas...
      Obrigada pelas boas vindas, você é o meu pé de coelho!
      Abração, meu amigo

      Excluir
    2. Oi JB, oi Sueli!

      Pois é, leituras que trazem tristeza, dependendo do meu momento, me deixam com baixo astral. Mas, como inevitavelmente choro, o baixo astral sai com as lágrimas, então, tá tudo certo....rs....

      bj da angel ;)

      Excluir
    3. Angel, eu leio e dou vexame! Quando eu li "O Que Eu Era Antes de Você", da Jojo Moyes, foi absurdo!
      A série Outlander, eu não tive condições de prosseguir... É sofrimento demais... Eu não dou conta disso, não! Ainda bem que tem gente corajosa e segue em frente. rsrsrsrrs
      Bjks

      Excluir
    4. Me inscrevi num sorteio que acontecerá no próximo dia 17 e, por enquanto, sou a única inscrita (eba!!!!) pra ganhar esse livro. Lá no Orkut, na comunidade Fanáticos por Livros. Quem ganha abre um novo sorteio, é uma troca entende? Não sei se o lerei de imediato, acho que não, mas gostei da sinopse. Vamos ver...

      Excluir
  13. Sueli, você precisa ler o livro sequência de O Milagre. Aí sim você irá conhecer a personalidade real do autor e com certeza irá se emocionar. O livro se chama À Primeira Vista.
    Depois me conta o que você achou. Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leninha, quanta honra, encontrar você por aqui! Muito obrigada mesmo pela presença. E, tenha certeza que irei seguir o seu conselho e ler a sequência de O Milagre.
      Você tem a elegância e a educação das grandes mulheres!
      Bjks

      Excluir
    2. Oi Leninha, seja bem vinda à nossa querida CRL. :)

      Então, O Milagre tem continuação? Não sabia disso e esse livro dele não tenho aqui. Mas vou atrás dele.

      Valeu pela dica.

      bj da angel ;)

      Excluir
    3. Angel, a Leninha tem um blog lindo, chama-se Sempre Romântica, além de tudo, ela é uma pessoa linda! Gentil, elegante e super carinhosa com os seus seguidores, e, para mim, é uma honra enorme vê-la comentando a minha resenha.

      Excluir
  14. Su, sou do time da Marilda e fujo do Nicholas. Com uma mocinha dessas então, fica muito difícil se envolver e ser conquistada pelo texto. Obrigada pelo aviso e pela resenha pontual e direta. Adorei! Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Fidalga! O Nicholas Sparks era o meu bicho papão. Eu morria de medo dele, mas até que foi uma leitura tranquila, pena que a personalidade da mocinha não tenha me conquistado...
      Obrigada pela visita, minha querida,
      Bjks

      Excluir
    2. Oi Fidalga, seja bem vinda!

      kikiki... Fugindo do Sparks? Nããããõooo.... Vou contar pra ele.... rs.... É, pra quem não curte o estilo é perder tempo com a leitura já que deixaria de ler outros títulos de seu interesse. Entendo isso.

      bj da angel ;)

      Excluir
    3. Obrigada Angel!! Resenhas muito boas. Passando sempre por aqui agora. Bjsss

      Excluir
  15. Nunca li nada desse autor, e depois dessa resenha, vou continuar sem ler.
    Bjs Sueli.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, não se deixe influenciar pela minha opinião, ok? De repente você pode gostar do livro... Eu costumo dizer que cada leitor tem o seu canal particular de percepção. E, deve ser por isso que o Nicholas Sparks tem uma multidão de admiradores.
      Faz, assim, consiga o livro e deixe no final da fila, quem sabe um dia ele se torne uma leitura agradável, não é?
      Obrigada pelo comentário, volte sempre!
      Bjks

      Excluir
  16. Oi Sueli, não conhecia esse blog, só passei por aqui por que alguém deixou um link lá no grupo. Apesar de ser um romântico incurável, Nicholas Sparks nunca fez e nem nunca vai fazer parte da minha lista de leitura rsrs muita fossa pro meu gosto.
    Gosto bastante de suas resenhas. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Didi, eu também não conhecia, até que recebi o convite para colocar as minhas resenhas aqui e fui muito bem recebida pelo Flávio Shiva e pela Angel, a autora intelectual do convite.
      Eu nao conhecia o Nicholas Sparks, e confesso que à primeira vista não foi amor... Mas, como a Leninha indicou a continuação de O Milagre como um livro bacana, acho que vou dar mais uma chance, afinal ele tem uma legião enorme de fãs.
      Obrigada por tudo. E, caso você ache apropriado, volte e deixe o link do seu blog para que todos conheçam aquela maravilha, ok?
      Bjs

      Excluir
    2. Oi Didi, seja bem vindo à nossa querida CRL!

      Depois deixa o link do seu blog aqui, será um prazer conhecê-lo.

      bj da angel ;)

      Excluir
  17. Oi Sueli, tudo bem?
    Eu sempre gostei muito do Sparks, mas este é um dos que eu ainda não li. Dei de presente para minha mãe e lembro de ela ter comentado justamente que ele tem muitos altos e baixos e deve ser por isso que eu desanimei um pouco com ele. :(
    Quem sabe mais pra frente?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Luara, eu acho que na ânsia de preservar as minhas emoções acabei escolhendo o livro mais fraquinho. Mas, fique tranquila, assim que passar essa impressão negativa, eu tento novamente.
      Obrigada pela visita, e adorei que você deixou o link do blog.

      Bjks

      Excluir
    2. Oi Luara, seja bem vinda à nossa querida CRL.

      Acho que autores como ele escrevem um ou dois livros que "bombam" e aí escrevem outros em função desse sucesso de vendas, e assim, não colocam a alma nas "letrinhas" como o fizeram com os anteriores, sei lá... Mas, verdade seja dita, todo escritor tem lá seus livros bons e outros nem tão bons, né?

      bj da angel ;)

      Excluir
  18. Su, sua resenha ficou maravilhosa, seja pela sua sensibilidade na hora de passar para o papel suas impressões, seja pelo seu carisma... sei lá. Só sei que foi assim...rsrs
    Eu sempre fico admirada de como vc consegue passar todas as emoções que teve lendo, eu algumas vezes deixo passar alguma coisa... e quando olho a resenha já publicada e vejo algum comentário, me pego pensando que poderia ter acrescentado al coisa... vc amarra tudo tão bonitinho que é um verdadeiro prazer ler suas resenhas.
    Parabéns pela belíssima resenha, mas nunca li Sparks. Quem sabe depois dessa resenha eu me anime??? rsrsrs
    Um grande bj pra vc, minha amiga!

    ResponderExcluir
  19. Que é isso, Ti??? Como assim??? Logo eu que quero ter pelo menos um pouquinho da sua criatividade quando crescer!!!!
    E, não fique encucada com isso de deixar passar alguma coisa do livro sem comentar, pois geralmente isso acontece comigo.
    Desde que assisti ao programa do Ronaldo Lemos, em que ele dizia que as pessoas estavam rejeitando longos texto na internet, fiquei preocupada em enxugar os meus comentários, pois não acho que eu escreva resenhas. Eu não tenho competência para isso, nem, tão pouco, conhecimento. Porém, procuro ser o mais sincera possível, pois já comprei alguns livros terríveis...
    Vou compartilhar o link do seu blog para que todos possam acompanhar o trabalho criativo de você e da Fidalga.
    Obrigada pela visita,
    Bjks

    http://dupladeduasresenhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Su.... haahaha.. tive que rir agora. Eu que não posso dizer que faço resenhas, pois o que faço é brincar com as palavras e expor minha opinião, de maneira divertida, do que achei de tal livro. Mas vc é profissional, Su. Coisa de gente grande...rsss
      Mais uma vez, parabéns. E obrigada por compartilhar o link do blog. Vc é uma fofa... e veja bem, aposto que Ramalho está se contorcendo pq dessa vez eu não a chamei de fofa...rsrs
      bjss

      Excluir
    2. Mas, Ti, é justamente esse charme e esse humor que eu tento colocar nos meus comentários e não consigo...
      Você é muito gentil, querida, e já não sou gente grande, sou gente idosa! rsrsrsrsr
      Bjks

      Excluir
    3. Oi Ti, seja bem vinda à nossa querida CRL! Depois vou visitar o seu blog.

      bj da angel ;)

      Excluir
    4. Angel, a Ti é a pessoa mais criativa que eu conheço virtualmente. Embora a Boattini seja incrível, também, mas de outra forma, entende? Os emails da Ti são sensacionais! Você precisa conhecer mais de perto essa moçada boa e gentil.
      Bom dia, querida.

      Excluir
    5. Ah, Sueli, quero muito isso, viu, até pedi pro pessoal me add nas redes sociais. Vai ser muito bom estreitar laços de amizade com todos.
      Só tenho que lhe agradecer por isso, pois, será sua culpa, sua culpa, sua máxima culpa.... rssss....
      Bom dia, menina!

      Excluir
    6. Oi Angel, eu terei o maior prazer em te receber no nosso Blog, mas vc não deve me achar em redes sociais, pois tenho horror a face, vou na cara... cara de pau mesmo... rs
      Mas minha outra metade da Dupla de Duas adora face e acabou de fazer um face para nosso Blog de resenhas. Então teremos o maior prazer em te add por lá.
      E Su tá exagerando... a gente é só um cadiquinho sacana, mas do jeito bom... rs
      E adoramos fazer amizades novas!!! E adorei esse seu cantinho aqui, bastante acolhedor e gostosinho. Parabéns!!

      Excluir
  20. Sueli amei sua resenha!!! Já li tantos livros decepcionantes, agora só leio depois de ler uma boa resenha que me inspire a ler e esse livro O Milagre será um livro que vou passar...rsrsrs. Beijos, Denny.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denny, obrigada pela confiança, mas nunca se esqueça que gosto é muito relativo. Quem sabe você acabe gostando de O Milagre?
      Obrigada pela visita, volte sempre, ok?
      Bjks

      Excluir
    2. Oi Denny, seja bem vinda (ou seria bem vindo? Ai, nomes que não permitem identificar o sexo da pessoa me apertam se me abraçar...rsss...)

      Concordo com a Sueli, gosto é relativo e pode ser que acabe gostando de O Milagre. A história é boa, porém, a chamada na última capa do livro dá a entender que seria uma história mais de suspense e não é, é um romance mesmo. Até gostei, mas, por esperar uma coisa e encontrar outra, fiquei decepcionada.

      bj da angel ;)

      Excluir
  21. Ótima resenha! Quando crescer quero escrever como você. Já li o livro Porto seguro do NS, a história tem chance de ser um bom filme, mas não me cativou. Como filme vai ter ação e suspense, com incendio e explosão. Quem sabe? Quanto a esse O Milagre vou passar bem longe. Kk
    Beijos, Quel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Quel, obrigada pelo comentário. Eu acho que fico meio ressentida, já que as produções dos filmes, baseados nos romances do Nicholas Spaks, são bem melhores do que aquelas das minhas autoras queridas. Mas, fazer o quê, o cara tem prestígio, não é mesmo?
      Um beijo enorme, volte sempre!

      Excluir
    2. Oi Raquel, bem vinda à nossa querida CRL!

      Não li Porto Seguro, mas adoro histórias que têm ação. Ultimamente ando lendo alguns livros de literatura fantástica e me divertindo muito com a leitura, justamente por conta das aventuras que contêm e trazem muita ação à história.

      bj da angel :)

      Excluir
  22. Uia, seria capaz de jurar que havia um comentário abaixo desse, sumiu. Ou estou ficando doida? o:O

    Pessoinhas, estou me sentindo um relógio de repetição ao dar as boas vindas a tanta gente, mas, boas vindas não permite variação, né? Mas Estou muito feliz por isso, confesso que sinto-me meio perdida por não conhecer vocês tão bem quanto a Sueli e, assim, tecer comentários mais pertinentes. Espero que apareçam outras vezes para que possamos nos conhecer melhor.

    Também gostaria que me adicionassem no facebook e no skoob. Pode parecer exagerado mas fico atrapalhadíssima pra localizar as pessoas e fazer isso, sou tida como uma "anja trapaiada" e com o tempo vocês irão entender porquê...rs.... Então, se me add ficarei muito feliz.

    E, finalmente, reforço aqui o que disse aí em cima: quem tiver blog, ou site, ou fórum, etc. e quiser colocar o link abaixo dos comentários fiquem à vontade para fazê-lo. Na medida do possível apareço para uma visita.

    bj da angel ;)

    ResponderExcluir
  23. Ah, vocês me encontram como Angel ou Angélica Bernardino...

    ResponderExcluir
  24. Pois é, Angel, também recebi uma notificação de comentário que não consegui encontrar por aqui. Mas, aproveito para agradecer a simpatia com que você brindou os meus amigos. Angel, você é uma queridíssima!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem, sempre acho que fiz alguma confusão porque, quem me conhece sabe, sou perita nisso....rs..... E se alguém tem que agradecer aqui sou eu, viu, tá pra lá de bom ter esse trelelê por aqui, me fez lembrar dos áureos tempos da CRL lá no Orkut onde uma resenha trazia trocentos comentários, com brincadeiras intercaladas, apesar de opiniões diferenciadas sobre o livro resenhado. Tudo numa boa, adorei, estou feliz demais.!

      bj da angel ;)

      Excluir
  25. Bom como prometido, permitido pela net, cá estou eu para reforçar os elogios e votos de sucesso à Sueli Jansen, e ao blog CRL.
    Quem me conhece sabe a verdadeira aversão que tenho à resenhas, spoillers e afins.
    Mas minha aversão deve- se ao fato de a maioria não respeitar os limites entre contar a história e ou descrever suas impressões. O que, minha amiga Sueli Jansen fez com toda a clareza.
    A isto chamo Resenha. Algo que me influencia a leitura, fornecendo dados relevantes sem contudo, contar a história. Aguçando minha curiosidade, reforçando (quando já lido) minha impressão sobre o livro em si.
    Conhecia o trabalho da Su, acompanhei algumas de suas resenha e a objetividade e total sinceridade quanto ao que leu, muitas vezes, me fizeram rever a forma como li este ou aquele livro.
    Parabéns Su pela coragem de resenhar NS. É um dos autores mais difíceis de descrever suas histórias por sua carga emocional. Desafio feito, desafio realizado! Com esmero e competência! Sucesso à todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que belas palavras, Márcia!

      De minha parte, sempre que faço uma resenha gosto de falar um pouco sobre a história, mas, sem spoiller. E faço isso de forma bem sucinta mais para que, quem a ler, possa se situar quanto ao conteúdo do livro. É, basicamente, o que diz a sinopse dele, nada que estrague o prazer da leitura, porque, convenhamos, não há coisa pior para um leitor do que conhecer os fatos mais relevantes de uma história antes lê-la. Depois do que disse aí tomarei cuidado redobrado pra não falar demais. Valeu pela dica.

      Seja bem vinda à nossa querida CRL.

      bj da angel ;)

      Excluir
  26. Uau! Prometeu, Márcia, para quem???? :O
    Bem, brincadeiras à parte, confesso que eu morria e não saberia que você tem problemas com spoillers, afinal, nos grupos falamos muito sobre livros, e muitas meninas contam quase tudo dos livros... rsrsrsrsr

    Sabe, Márcia, eu adoro spoillers, mas procuro, em meus comentários jamais usá-los, principalmente em respeito à pessoas como você e a Adriana Ramalho, que detestam!

    Contudo, eu só não dou spoillers em minhas resenhas, mas quando nos falamos eu sou muito perigosa! rsrsrsrsr

    Eu gosto tanto de spoillers que quando vejo que a trama está se encaminhando para um desfecho trágico, eu, descaradamente, leio no mínimo, o último capítulo. E, sei que você deve achar isto uma heresia, não é mesmo? rsrsrsrsr

    Minha querida, foi um enorme prazer encontra-la por aqui, e espero a sua visita sempre que quiser ou puder, ok?
    Obrigada por suas palavras, você foi muito gentil,
    Bjks

    ResponderExcluir
  27. Sua resenha está excelente. Sucesso total. Parabéns.

    ResponderExcluir
  28. Sua resenha está excelente. Sucesso total. Parabéns.

    ResponderExcluir
  29. Valeu, maninha. Você é a minha inspiração!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Simone!

      Que legal ter vindo aqui incentivar sua maninha. Família é tudo de bom!

      Seja bem vinda à nossa querida CRL.

      bj da angel ;)

      Excluir
  30. Oi Suelli! Parabéns pela resenha :-)

    Já li O Milagre e achei o livro mais diferente o autor. Como sitado, não teve nenhuma morte e o romance não é tão meloso com o dos outros títulos do autor.
    Porém... Não sei se você sabe, mas existe uma sequência deste livro, pois o autor após o término da escrita não achou um final "muito apropriado". Então ele escreveu A Primeira Vista, que é a continuação de O Milagre.
    Bem, resumindo, veremos nesta sequela tudo aquilo que a maioria dos livros do Sparks mostram, o que, mesmo eu não tendo lido o livro, já me decepcionou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tiago, seja bem vindo à nossa querida CRL!

      bj da angel ;)

      Excluir
  31. Ah, Tiago, eu fiquei muito furiosa com o final deste livro. A mocinha foi muito canalha. Se eu fosse o rapaz não perdoaria nunca.
    Mas, vou tentar ler A Primeira Vista para não ficar com essa péssima impressão do autor.
    Muito obrigada pela dica, foi a mesma da minha querida Leninha,
    Abraços

    ResponderExcluir
  32. Olá amiga, vim desejar-lhe uma abençoada semana.
    Doce abraço Marie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para você também, Marie,
      Obrigada pela visita,
      Bjks

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...