domingo, 17 de junho de 2018

BLECAUTE – Marcelo Rubens Paiva



Li esse livro na época de seu lançamento, ou pouco depois. Foi um exemplar autografado pelo autor, que me foi presenteado pelo querido e saudoso amigo Eduardo de Carvalho Viana, que conseguiu o mimo quando foi à Bienal do livro. Muito me marcou a generosidade do presente, pois o próprio Eduardo ficou sem o autógrafo do Marcelo Rubens Paiva, que já era muito admirado por nós dois desde que lemos “Feliz Ano Velho”.

Passados tantos anos, resolvi ler novamente “Blecaute”, curioso em ver se encontraria na leitura o mesmo encanto e arrebatamento que da primeira vez. E assim foi, ou quase! Mais uma vez, me senti grudado ao livro, que só pude largar quando cheguei ao final. Aqui e ali tive um olhar mais crítico, mas nada que comprometesse o deleite da leitura.

O que mais me chamou a atenção foi como a memória distorce as coisas. Quase nada de minhas recordações da história era do jeito que eu lembrava. Cheguei a imaginar que o autor reescreveu algumas passagens de lá para cá, até me convencer que eu é que fui reescrevendo em minhas lembranças. Muito curioso esse fenômeno!

Quanto à história em si, é uma envolvente narrativa apocalíptica centrada em três amigos que retornam de uma excursão a cavernas para descobrir que são as únicas pessoas vivas na cidade de São Paulo... ou no mundo? Um tema que atiça a imaginação e que é explorado de forma muito pessoal pelo autor, resultando em uma leitura extremamente divertida!




\\\***///


O SINCRONICÍDIO – Fabio Shiva
 “E foi assim que descobri que a inocência é como a esperança. Sempre resta um pouco mais para se perder.”
Haverá um desígnio oculto por trás da horrenda série de assassinatos que abala a cidade de Rio Santo? Apenas um homem em toda a força policial poderia reconhecer as conexões entre os diversos crimes e elucidar o mistério do Sincronicídio. Por esse motivo é que o inspetor Alberto Teixeira, da Delegacia de Homicídios, está marcado para morrer.
“Era para sermos centelhas divinas. Mas escolhemos abraçar a escuridão.”
Suspense, erotismo e filosofia em uma trama instigante que desafia o leitor a cada passo. Uma história contada de forma extremamente inovadora, como um Passeio do Cavalo (clássico problema de xadrez) pelos 64 hexagramas do I Ching, o Livro das Mutações. Um romance de muitas possibilidades.
Leia e descubra porque O Sincronicídio não para de surpreender o leitor.
 
Livro físico:
http://caligoeditora.com/?page_id=98
 
eBook:
https://www.amazon.com.br/dp/B07CBJ9LLX?qid=1522951627&sr=1-1&ref=sr_1_1


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...