domingo, 26 de janeiro de 2014

RESENHA - ”O MUNDO PELOS OLHOS DE BOB” - JAMES BOWEN



LIVRO  : ”O MUNDO PELOS OLHOS DE BOB”
AUTOR: JAMES BOWEN
TÍTULO ORIGINAL: “THE WORLD ACCORDING TO BOB”
TRADUÇÃO: ROBSON FALCHETTI PEIXOTO
EDITORA : NOVO CONCEITO
PÁGINAS –222
  EDIÇÃO
IMPRESSÃO 2014
CATEGORIA: NÃO FICÇÃO
ASSUNTO: BIOGRAFIA/AUTO-AJUDA
ISBN: - 978-85-8163-364-0
 O Mundo pelos Olhos de BOB
CITAÇÃO: “Eu sabia que era sortudo. Há um velho ditado que diz que o homem sábio não chora pelas coisas que não tem, mas agradece pelas que possui.” (pág. 14)
ANÁLISE TÉCNICA: 
-CAPA = 
O próprio gato Bob de olhos verdes e pelo laranja com cachecol azul marinho e verde; ao fundo uma parte de Londres com seu tão conhecido ônibus de dois andares vermelho.
Título em letras lilases com pequeno relevo.
Feita pela Clint Images.
A capa é lindíssima, muito fofa!!!
 (nota: 5,00  de 5,00)
-DIAGRAMAÇÃO:  
Folhas amareladas com letras pretas.
Dividido em: dedicatória; sumário;  pensamentos;  com 18 capítulos numerados, com título e uma de patinha de gato como logotipo; epílogo e agradecimento. A numeração ds páginas está sob o mesmo logotipo da pata de gato.
Bem completa a diagramação.
(nota: 5,00  de 5,00)
- ESCRITA: 
A narrativa é feita em primeira pessoa pelo próprio autor com escrita fluente e passagens bem hilárias, relatos interessantes e congruentes.
(nota: 5,00 de 5,00)
CITAÇÃO: “Durante muitos anos, essa três preciosas qualidades – fé, esperança e amor – estiveram ausentes da minha vida. Mas daí uma reviravolta do destino me presenteou com todas as três. Estavam encarnadas no gato travesso, brincalhão, sagaz e por vezes rabugento, mas sempre dedicado, que me ajudou a mudar a minha vida.” (pág. 219)
RESUMO SINÓPTICO:  
James Bowen é um ex-drogado que tenta superar seu vício. Era ex-morador de rua. A mãe mora na Austrália e o pai na mesma cidade, entretanto, não tem muito contato e nem um bom relacionamento, afinal, James fez muitos coisas desagradáveis em seu passado.
Um dia ao chegar na entrada de seu apartamento, encontra Bob machucado, quase morto. Trata suas feridas e cuida dele até melhorar. Quando Bob fica bom, James tenta fazê-lo ir embora, não se sentia capaz de cuidar de um animal de estimação. O que ele não contava era com a persistência de Bob em ficar ao seu lado e acabou ‘adotando’ o bichano. Na verdade Bob escolheu James para ser seu dono.
James agora tinha um emprego, era vendedor de revista nas ruas de Londres e Bob tornou-se seu companheiro constante. Tornaram-se conhecidos, devido as gracinhas que Bob fazia, criou uma legião de fãs que gostavam de fotografá-lo e levavam pequenos presentes. Bob tinha uma coleção de cachecóis, além de outros pequenos brinquedos.
James sentia-se um privilegiado, abençoado mesmo por ter Bob em sua vida. Nas maiores dificuldades ele estava ao seu lado. Eles tinham um entendimento mútuo, como se soubessem o que o outro pensava, consideravam-se almas gêmeas. 
A vida como vendedor de revistas ambulante  era difícil, passavam por muitos momentos de contendas e dificuldades e James já estava cansado de lutar diariamente para conseguir uns trocados para se manterem, superar a ausência das drogas e por fim uma doença inesperada que o acometeu. Bob estava ao seu lado em todos os momentos e por causa dele, conseguiu dar uma guinada geral em sua vida e tornar-se alguém realmente digno.
ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR: 
A princípio o livro pode parecer um mero caso comum de seu dono com seu pet. Quem tem animal de estimação sabe o tamanho do carinho que sentimos por eles e o quanto são importantes em nossas vidas. No caso de Bob, ele parece ter alma própria, tem seus momentos de mau humor, mas também tem uma sensibilidade mais que aguçada para um animal.
Na verdade o livro mostra o quanto um relacionamento de homem e animal podem superar várias barreiras e fortalecer os laços de amizade, de superação e companheirismo. Bob é tão doce e prestativo que consegue fazer com que James reavalie seus pontos de vista, suas atitudes e bem estar de ambos. É um laço forte de amor entre ambos que nos emociona e nos faz refletir com eles.
Difícil falar sobre os sentimentos que senti ao ler o livro.
 Não que tenha passado por algo nem parecido com o que James passou, mas sua experiência me fez refletir sobre tantas dificuldades que temos e como um animal pode amenizar nossa dor em momentos complicados. Quando o livro é muito bom, tenho dificuldade em me expressar. 
Acredito que só ao ler, cada pessoa poderá ter seu próprio feeling com o que está escrito e toda superação envolvida.
O que posso dizer é que o livro é uma verdadeira lição de vida. Por isso gosto de livros biográficos ou que relatem a realidade, eles ficam bem próximos de nós, sabemos que não é ficção, que aquilo aconteceu de verdade e nos leva a uma reflexão profunda.
Leiam!! Vale demais o aprendizado.
NOTA : 5,00 de 5,00
 smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livrosmiley livro
SOBRE O AUTOR:
 
James Bowen é o autor do best-seller "Um gato de rua chamado Bob". Ele e Bob se conheceram em 2007 e nunca mais se separaram. Os dois vivem no norte de Londres.
 
CORTESIA EDITORA NOVO CONCEITO!!


CHEIRINHOS
RUDYNALVA
 

2 comentários:

  1. Ah eu me tornei fã de James e Bob.
    Já li o primeiro livro, e O Mundo Pelos Olhos de Bob é muito aguardado por mim.
    Pelo que percebi Bob continua conquistando nossos corações.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paty!
      Leia que não vai se arrepender.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...